decumbers_

DECUMBERS

Gramíneia originária da Uganda, esta espécie pode ser utilizada em pastejo direto pelos animais bovinos em regime de engorda e cria, que conseguem boa produtividade neste pasto. Não recomendamos para equinos, ovinos e caprinos.

Recomendamos que bezerros recém-desmamados também não sejam colocados para consumir esta pastagem, pois, dependendo da região, poderá apresentar problemas de fotossensibilização, devido à ação do fungo Pythomyces chartarum. Com um manejo adequado, evitando acúmulo de folhas mortas, através do aumento da intensidade de pastejo, podemos evitar ou diminuir a intensidade da doença.

Em bezerros desmamados, devido ao estresse do desmame, associado à idade do animal, predispõem o aparecimento da fotossensibilização. Neste caso recomendamos a retirada dos animais da decumbens, colocando-os em áreas sombreadas de outros cultivares e o uso de dessensibilizantes auxilia na recuperação destes animais.

A decumbens, como uma espécie susceptível às cigarrinhas, não deve ser estabelecida em regiões com histórico deste inseto.

DESCRIÇÃO TÉCNICA:

Nome científico: Brachiaria decumbens Stapf. Prain.

Família: Gramínieas

Ciclo vegetativo: Perene

Forma de crescimento: decumbente

 

ADAPTAÇÃO:

Tipo de solo: Médio/Fértil

Altitude: Até 2.000m

Precipitação anual: Acima de 1.000 mm

Utilização: Pastejo direto

 

TOLERÂNCIA:

Tolerância à seca: Boa

Tolerância ao frio: Média

Digestibilidade: Boa

Palatabilidade: Boa

Cigarrinha: Susceptível

Sombreamento: Boa

 

PRODUÇÃO:

Teor de proteína: 6 a 10%na MS (Matéria Seca)

Profundidade de plantio: 1 a 2 cm

Produção de forragens: 8 a 12 /ha/ano de matéria seca

 

UTILIZAÇÃO/MANEJO:
Tempo de formação: 90 – 120 dias

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt